A primeira grande empreitada direta da Nintendo no mundo dos smartphones, Super Mario Run fez uma aposta arriscada ao cobrar US$ 10 daqueles que desejam liberar sua versão completa. Segundo uma pesquisa realizada pela Newzoo, somente 3% das pessoas que baixaram o game no iOS decidiram investir o dinheiro necessário para desbloquear todos os seus conteúdos.

Embora possa parecer pequeno, o número não é exatamente decepcionante do ponto de vista financeiro. A estimativa da empresa é que o game tenha rendido pelo menos US$ 30 milhões até o momento graças a 3 milhões de jogadores que decidiram comprá-lo. O número só parece baixo quando levamos em consideração que mais de 90 milhões de downloads do jogo já foram realizados.

A taxa de retorno do game é superior à obtida por títulos como Candy Crush

A taxa de retorno do game é superior à obtida por títulos como Candy Crush, que costuma girar em torno de 2%. A diferença é o fato de que cada consumidor rende somente uma compra para a Nintendo, enquanto alguém interessado no jogo da King pode fazer com que uma pessoa faça diversas compras com o passar do tempo — motivo pelo qual Super Mario Run já caiu para a sétima posição entre os jogos mais lucrativos da App Store.

Vale notar que essa está longe de ser a arrecadação total que deve ser registrada pelo game, que ainda não foi lançado para dispositivos Android. Além de Mario, a Nintendo pretende trazer ao universo mobile franquias de sucesso, como Animal Crossing e Fire Emblem, em um futuro próximo.