Grande fã da Nintendo, Gabe Marcelo teve uma dura notícia ao saber que não poderia participar do evento PAX Prime. Graças a uma piora de sua condição cardíaca, o rapaz de 26 anos se viu impossibilitado de viajar para jogar The Legend of Zelda: Breath of the Wild naquela que poderia ser sua única chance de colocar as mãos no título.

Apesar de ele ter conseguido reunir forças para participar do evento, o game não apareceu por lá de maneira oficial. Isso fez com que sua mãe, Anita Marcelo, decidisse entrar em contato direto com a Nintendo. “Eu liguei para a Nintendo e falei com algumas pessoas muito gentis que me deram um endereço para escrever sobre ‘doações’”, explicou ela ao site Waypoint. “Eu não tive resposta. Eu fiz o mesmo um mês depois. Ainda nada”.

Gabe nasceu com um problema congênito no coração que o deixou com um único ventrículo e a ausência de uma área central do órgão. Complicações em cirurgias feitas quando ele ainda era um bebê resultaram em uma absorção cada vez menor de oxigênio por seu sangue: no ano passado, ele conseguia absorver somente 60% da capacidade necessária para um jovem de sua idade.

Com isso, os games se tornaram sua principal forma de interagir com o mundo e se divertir. “Eles eram muito importantes pelas maneiras como eles conseguiam trazer diversão e beleza”, afirma sua mãe Anita. “Havia personagens que ele amava e desafios que sua mente muito inteligente precisava. Era uma distração do desconforto físico e da dor”.

Para chamar a atenção da Nintendo, o irmão de Gabe decidiu criar uma publicação no Reddit que rapidamente ganhou a atenção dos usuários do site. Em questão de poucas horas, o time de mídias sociais da companhia soube da situação e decidiu encontrar meios de ajudar o rapaz.

Poucas semanas depois, Gabe e sua mãe viajaram para a sede da Nintendo em Seattle, onde ele teve a chance de jogar Breath of the Wild durante pouco mais de 30 minutos. “Ele estava dentro daquele jogo, ele não estava nessa vida”, afirmou Anita. “Quando eu vi Zelda, eu percebi que esse era o mundo maravilhoso que ele queria”.

Gabe durante sua visita à Nintendo

Infelizmente, a situação do jovem se deteriorou rapidamente e muitos medicamentos que ele usava deixaram de ter efeito. No dia 14 de janeiro deste ano, Gabe faleceu, poucas semanas antes de seu aniversário de 27 anos. “Alguém disse que, quando eu jogar Breath of the Wild, eu não vou estar sozinha”, afirma sua mãe. “Gabe vai ser minha Navi, ajudando a me guiar pelo jogo o tempo todo. Eu realmente gosto de pensar nisso”.

Fonte